Astronomia aborígene

 

Este artigo é uma adaptação com transcrições do vídeo acima, da BTN.

Alguns dizem que foi criado por alienígenas, outros que era o local de antigos rituais e sacrifícios. Mas a maioria das pessoas sabe que na verdade o Stonehenge era um enorme mapa estelar!

Embora ainda existam alguns argumentos sobre o seu propósito, algo que todos concordam é a sua idade. O Stonehenge é um senhor de 7.000 anos, o que o tornaria o mais antigo sítio astronômico conhecido no mundo.

Mas na Austrália alguns cientistas acham que algumas pedras podem provar que os povos indígenas criaram seu próprio local astronômico milhares de anos antes disso.

O Anel de pedras em forma de ovo é conhecido como um arranjo de pedras típico Wurdi Youang. É localizada no país de Wathaurung, que está perto de Ballarat em Victoria, na Austrália. Esses cientistas dizem que pode ter mais de 11 mil anos, o que tornaria o povo Wathaurung os primeiros astrônomos do mundo.

O arranjo de pedras Wurdi Youang parece mapear as diferentes posições do sol ao longo do ano. Isso mostraria a mudança das estações, permitindo que o povo Wathaurung identificasse quando certos alimentos estavam disponíveis durante todo o ano. Você pode pensar nisso como um calendário antigo.

 

Image result for wurdi youang

Indicações da passagem das estações, através das posições das pedras Wurdi Youang.

 

Mas o povo indígena da Austrália usou os céus para mais do que isso, tornando-o também um espaço para contar histórias. Por exemplo, enquanto a maioria das culturas ocidentais conhece um certo grupo de estrelas como A Caçarola (The Saucepan), para o povo Yolngu no NT é conhecido como Djulpan ou a Canoa, e conta a história de três irmãos que foram pescar.

Image result for saucepan stars

Na história, tudo o que eles podiam pescar eram peixes-rei. Mas como eles eram do clã Nulkal (que também significa peixe-rei) eles não tinham permissão para comer nenhum deles. Um dos irmãos ficou com tanta fome que comeu um de qualquer maneira. Walu, a mulher do sol, viu isso e ficou com raiva, então ela criou uma tromba d’água que os elevou até o céu, onde eles ficaram para sempre.

Outros grupos indígenas viram as estrelas de maneira diferente. Em vez de usar as estrelas para mapear formas, elas usaram os espaços escuros entre elas. Como o Emu no céu, que é usado em vários grupos aborígenes da costa leste e está localizado ao lado da cruz do sul.

Image result for emu in the sky

 

Os cientistas ainda estão estudando o local da pedra de Wurdi Youang para descobrir mais provas sobre sua idade. Ao mesmo tempo, eles estão trabalhando com os proprietários tradicionais aborígenes para entender melhor a astronomia de Wathaurung e os incríveis primeiros lugares que eles poderiam ter descoberto no céu.
Fonte: Education ABC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: